Imagens etéreas

Naquela noite, Claudia teclava entusiasmada com André. Estava envolta em sonhos lúcidos repletos de cores, músicas angelicais e perfumes florais. Aos pés dela, brincavam pequenas fadas com asas de borboleta, tirando o sono do gato de estimação que, preguiçoso, tentava dormir.
Texto: Luciano
Imagem: gettyimages

21 comentários:

Guto Leite disse...

Bom que retomou por aqui, meu caro! A arte é uma boa forma de resistância. =)

Grande abraço

Sentimental ♥ disse...

ah, as fadas...

Tahis disse...

Músicas angelicais e perfumes florais...Que belas palavras meu amigo.Que bom que voltou,sempre bom passar por aqui.
Bj

Zaira Oliveira disse...

Agradeço o convite, e aqui vindo gostei muito do que vi e li. Parabéns e sucesso.
Beijoka
Zaira

Bbel disse...

Obrigada pelas palavras elogiosas, não sei se faço jus ao 'poético', mas deixa prá lá.

Fernand's disse...

e como admiro a paciência deles quando a gente fica cutucando-os insitentemente!



rsrs
seja sempre bem vindo ao benditas!
bjs meus

J Araújo disse...

Oi Luciano, obrigado pela visita e comentário. Gostei, um pequeno conto, porém, com muito significado.

Abraço amigo, espero te-lo de novo lá pelo meus blogs.

Fabi disse...

Já sentia sua falta lá pela varanda. obrigada pela visita e coment.
Eu adoro seus textos e imagens...e gergelim.
Beijos queridão.

Rose disse...

Luciano, que bom ler tuas palavras em contos, minicontos, prosa ou poesia. Fadas, borboletas, perfume e música...adorei!! Feliz 2011, amigo! Bom reve-lo por aqui. Bjão, Rose

Adriana Godoy disse...

Bom te ler, Luciano. Ainda mais com essa gato na foto. Beijo

guru martins disse...

..essas fadinhas
são safadinhas...

aquele abraço

Lin disse...

Bonito conto Luciano.
Cantinho especial esse da Claudia. Muito bem habitado!
Gostei de passar por aqui.

Grata pela visita.

Grande abraço.

minicontosperversos disse...

Quem manda o gato insistir em dormir enroscada nos pés de Cláudia...

Amigão, pra participar da V Semana da Contribuição, mande seu conto para mcp.olivro@gmail.com

Mas mande logo, pois começamos na segunda ou terça. Abraço!

Zélia disse...

Luciano,

Obrigada a você pelas lindas palavras. Vim conhecer o teu espaço e me encanto ao ler outras de tuas palavras. Me encanto ao imaginar a cena com sonhos, fadas e um gatinho. Adoro gatos!!! :D

Parabéns pelo teu espaço!

Rick Basso disse...

Adorei o conto.

Parabéns, obrigado pelo espiada.

Menina Misteriosa disse...

Se não fossem as fadas, seria a luz do sonho ou do monitor ou o barulho da respiração ofegante ou do teclar. Pobre gatinho. ;)

Beijo

MeninaMisteriosa

Carmem Salazar disse...

mini grande instante, Luciano. bonito!

beijo

Vampira Dea disse...

Aqui é muito lindo! Envolto em palavras delicadas, aquela coisa assim de travesseiro de pena e docinhos gostosos (com licor) sem minguxes, adorei , volto, volto e volto.

Anônimo disse...

Aquela noite deve ter sido mágica mesmo...mas segundo o poema, terminou assim...no vácuo???Pena...

yeda disse...

Imaginação,devaneios, suspiros...
Suas palavras tem o poder de nos fazer voltar à sonhar!!!!
Fabuloso! Parabéns.

MERGULHANDO NAS PALAVRAS disse...

"Imagens etéreas"...viajei!