Um outro adeus


Perdemos contato, havia anos, não nos falávamos. Então, algo aconteceu. No dia do  meu quadragésimo quinto aniversário, recebi a seguinte mensagem:

Olá, sonhei contigo na noite passada. Tu estavas chegando de viagem, num navio. Desceu e me abraçou. Era ao mesmo tempo cálido e suave. Foi muito real, como se nós nunca tivéssemos nos separado. Quando me afastei, puxaste-me de volta e houve outro abraço, mais longo, apaixonado. Depois disso, deixamos de existir um aos olhos do outro.
Mas isto foi só no sonho... Obrigada por fazer parte da minha vida!

Calíope.

P.S. não responda e considere-se amado a distância.

Texto: Luciano
Imagem: Borealis


18 comentários:

Luciano disse...

Retornando às contações de pequenas histórias... Fazia tempo, eu não postava nada. Ontem, tirei um tempinho para dar uma mexida, uma agitada aqui no Gergelim.

Anônimo disse...

Nossa que lindo!!!A vida é bem assim...

Hélio Netho disse...

novos ramos de gergelim para a gente. Espero minha carta, porém antes precisa passar o tempo. Parte dificil >>

Vampira Dea disse...

Tem vezes que o encontro só é possível nos sonhos. Linda noite pra vc.

Ana Andreolli disse...

que linda mensagem, eu estou aguardando uma dessas, de algumas pessoas. quem sabe eu me surpreenda.

Adriana Godoy disse...

Luciano, estava com saudades disso aqui. Seus textos sempre me levam pra um lugar meio mágico.

Parabéns pela produção toda.

Beijo

guru martins disse...

...distantes
mas não afastados
no sonho
não existe o SE
tudo É...

aql abç

Fabi disse...

Olá querido, obrigada pela passada na varanda. E é sempre um prazer te ler. Beijo carinhoso.

Por que você faz poema? disse...

Ainda há muitas mensagens na garrafa,
cheias de saudade,
esperando por silêncios.

Bbel disse...

Olá Luciano!

O cérebro é uma estrututa fascinante, ainda mais por sonhar enquanto dormimos, inocentemente. Penso que ele vai buscar essas imagens, ou ideias, lá no depósito que guardamos a sete chaves, o subconsciente.
Ele não dorme! No máximo tira cochilos leves. É bem provável que nunca nem descanse. Apesar de tudo o comando é nosso, ou pensamos que seja.

Amanda Nascimento disse...

Que lindo...
Este seu texto é algo que a gente diz assim: "gostaria de dizer isto para alguém..." Reconheci-me.
Abraço

Susely disse...

Prof. Luciano, simplesmente amei te ler, quanta inspiração carregas em teu coração...
Vou me deliciar com teus textos e com certeza aprenderei muito.
Agradeço o teu comentário e a oportunidade de poder conhecer teu maravilhoso blog.

bjkas
Suse

Anônimo disse...

A música...maravilhosa...!

Yeda disse...

Concordo com a Suzely !
Seus textos são realmente apaixonantes...
Adoro te ler!
Bjus
Yeda

Cleyton Cabral disse...

Perdemos contato. Que lindo. :)

céu e saudade disse...

sonhar é criar e criar é fazer-se real.

um sonho de abraço.

Amanda Nascimento disse...

Saudade de umas histórias imaginadas.
Abraços!

MERGULHANDO NAS PALAVRAS disse...

Simplesmente amei!